Sign In
/pt-pt/PublishingImages/1_1_combate%20desinformação%20IN.jpeg

​The European Commission has made available a set of guidelines for teachers and educators to help combat misinformation and promote digital literacy through education and training. Practices for teachers and educators are provided in the document, with suggestions, activity plans, analysis of various topics and warnings based on the most successful practices.

16-01-2023

As orientações são uma iniciativa fundamental do Plano de Ação para a Educação Digital (2021-2027), da Comissão Europeia e resultam do trabalho desenvolvido por um grupo de peritos. O objetivo é proporcionar um entendimento mais amplo da literacia digital obtida através da educação e formação, promover uma utilização segura e responsável das tecnologias digitais e melhorar a sensibilização e o conhecimento públicos sobre a desinformação.

A desinformação é normalmente uma narrativa comprovadamente falsa ou enganosa que é criada e disseminada para enganar deliberadamente o destinatário. Mas a desinformação também se pode revelar de outras formas, como a “má informação” que consiste em informações factualmente corretas que são utilizadas de forma maliciosa, tentando atribuir-lhes um segundo e falso sentido. Também transparece através de “Informações erradas “, que são informações comprovadamente falsas, mas divulgadas sem a intenção de induzir em erro e frequentemente partilhadas porque o utilizador as considera verdadeiras.

As orientações fornecem conhecimentos pedagógicos especializados sobre como reforçar o pensamento crítico dos jovens, de modo a incentivar a sua resiliência no mundo digital. Da mesma forma, são exploradas formas de gerar um ambiente de confiança na sala de aula e criar um espaço seguro para que alunos e professores possam debater assuntos delicados.

O documento inclui definições de conceitos técnicos, exercícios a resolver na sala de aula e recomendações para incentivar a adoção de hábitos saudáveis online. São três os temas principais abrangidos: desenvolvimento de competências de literacia digital, combate à desinformação, análise e avaliação da literacia digital.

Possuir competências de literacia digital significa saber como utilizar as tecnologias digitais para aceder, gerir, compreender, integrar, comunicar, avaliar, criar e divulgar informações de forma segura e adequada. Além disso, a literacia digital pode ajudar os alunos a participar ativamente, a aprender e a construir carreiras gratificantes, bem como a interagir socialmente. A literacia digital é, por isso, uma condição prévia para o desenvolvimento de uma cidadania digital ativa e responsável.

Estudos recentemente realizados na Europa revelam que, quando questionados diretamente, um em cada três alunos de 13 anos de idade não possui competências digitais básicas e, de acordo com a OCDE, apenas pouco mais de metade dos jovens de 15 anos na União Europeia considera ter aprendido a identificar se a informação é subjetiva ou tendenciosa. Perante estes resultados, a Comissão Europeia vê como claramente necessário o reforço do papel da educação e da formação no combate à desinformação, bem como a aposta na promoção da literacia digital e da literacia mediática, o que contribuirá também para combater, de forma mais eficaz, os efeitos nefastos da desinformação online.

As orientações destinam-se aos professores/educadores do ensino básico e secundário, de diferentes disciplinas e com diferentes níveis de experiência e conhecimentos neste domínio.

O documento, inicialmente lançado apenas em língua inglesa, foi disponibilizado nas 24 línguas oficiais da União Europeia, incluindo o português.

Aceda aqui ao documento.

  • < back to news