Sign In
/pt-pt/PublishingImages/OCDE2.JPG

​The report highlights that Portugal has adopted a strategic and sound approach to this educational policy measure by assessing past achievements and seeking to adapt them to the needs of 21st-century students.

27-11-2019

Os responsáveis da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) destacam que o país está a tomar medidas específicas e dirigidas, após as evidências sobre os sucessos e fraquezas do Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular, procurando através de debates e discussões mais amplos ouvir e agregar todos os importantes atores ligados ao processo.

documento fornece também todo o contexto nacional sobre a estratégia de Portugal relativa à autonomia e flexibilidade curricular, analisa aspetos do currículo e a sua implementação, identificando os pontos fortes e os desafios, e apresentando soluções para determinadas políticas educativas.

Esta publicação foi financiada pelo PO CH através da sua Assistência Técnica, uma vez que o Programa está a apoiar a coordenação do processo de flexibilidade e autonomia curricular - no âmbito do eixo de intervenção "qualidade e inovação do sistema de educação e formação" - na sua disseminação pelo conjunto das escolas do sistema educativo através do projeto piloto que foi objeto de análise pela OCDE e que é levado a cabo pela Direção Geral da Educação (DGE). Assim, este projeto é apoiado pelo PO CH no montante total de 4,7 milhões de euros (M€), dos quais 4 M€ financiados pelo Fundo Social Europeu.

Consulte | Curriculum Flexibility and Autonomy in Portugal - an OECD Review

  • < back to news