Sign In
/pt-pt/PublishingImages/Paginas/PremioCapitalHumano2020/1_A_Futurscape%20IN.jpeg

​Technology and digital will play an increasingly important role in public and private organizations. The panel “The Future of Work”, at the IDC FutureScape event, was attended by Cristina Jacinto, the Executive Member of the PO CH Management Committee, who gave the deserved visibility to the role of PO CH in this change.

26-02-2021

O evento IDC FutureScape apresentou as mais recentes previsões da IDC até 2024 para as dimensões da Future Enterprise, assentes em quatro eixos fundamentais de desenvolvimento: aceleração dos processos, reparação e correção de falhas, extensão da capacidade e transição de ecossistemas. De acordo com as previsões da IDC, em 2025 pelo menos 90% das novas aplicações empresariais incluirão funcionalidades de Inteligência Artificial (IA), redefinindo por completo o modelo de trabalho.


O Painel “Líder Digital”, que integrou a temática “O Futuro do Trabalho” contou com a presença de Cristina Jacinto, que falou sobre a importância do trabalho do PO CH, através dos apoios do Fundo Social Europeu, na qualificação da população e na sua capacitação digital. Segundo a Vogal Executiva do PO CH ninguém pode ficar para trás nesta corrida em passo acelerado, correndo o risco de nunca conseguir integrar a mudança no mundo do trabalho. As entidades formadoras terão nisto um papel crucial, tendo elas próprias que se adaptar ao novo contexto. O momento que atravessamos e que podemos apelidar de “learn by doing” obriga a uma reflexão sobre o que de facto precisamos, em termos de competências, para conseguirmos uma cooperação homem-máquina bem-sucedida. Estimular o desenvolvimento de competências que permitam às pessoas trabalhar eficazmente com as máquinas, e o desenvolvimento de Soft Skills que lhes dêem o necessário grau de autonomia para fazer face à mudança dos locais de trabalho e do trabalho em si, são essenciais para abraçar o Futuro. O modelo de trabalho futuro nunca será completamente à distância, porque as relações humanas também são necessárias, mas o modelo híbrido vai prevalecer e é preciso capacitar as pessoas também para essa mudança, já em curso.

Cristina Jacinto referiu-se também aos modelos de RPA - Robotic Process Automation como sendo o caminho a seguir para conseguir que a libertação das tarefas administrativas permita um melhor equilíbrio entre o trabalho e a família.


Aceda aqui ao painel "Digital Lider | The future of work"

  • < back to news