Sign In
/pt-pt/PublishingImages/Paginas/PremioCapitalHumano2020/1_presidencia%20eslovena%20IN.jpeg

​The recovery of the European Union (EU) from the coronavirus pandemic is among the priorities of the Slovenian Presidency of the EU, not the second half of 2021, giving continuity to priorities pursued by the Portuguese Presidency. This next stage will be with fair green and digital transitions, facing demographic challenges, being fundamental or developing competitions to sustain these transitions.

29-07-2021

No programa da Presidência é dado grande ênfase ao debate sobre a digitalização, com destaque para a melhoria  das competências digitais.

A educação para o futuro estará no centro da agenda. Segundo a presidência eslovena "com base na experiência adquirida durante a pandemia COVID-19, vamos concentrar-nos em fazer surgir novos conhecimentos e competências, em ambientes de aprendizagem e estudo inovadores, incluindo competências digitais para os educadores, professores e profissionais de instituições de ensino."

Outro objetivo neste âmbito da Presidência é "criar sistemas de educação de adultos, integrados, de qualidade e inclusivos para todos, incluindo os idosos, e especialmente para aqueles que mais precisam de acesso à aprendizagem, englobando o ensino à distância e a aprendizagem online". Um aspecto importante na reforma da agenda para a aprendizagem de adultos será a realização de objetivos sustentáveis. A presidência pretende "estimular discussões sobre educação para o desenvolvimento sustentável, microqualificações, contas individuais de aprendizagem, acesso à educação e formação e à aprendizagem ao longo da vida."

Nos dias 8 e 9 de setembro realizar-se-á uma conferência virtual sobre aprendizagem de adultos intitulada "Uma resposta resiliente aos desafios futuros". A reunião semestral dos Ministros da Educação dos 27 está agendada para 4 e 5 de Outubro em Liubliana.

A Eslovénia está ainda a organizar uma conferência de alto nível, em outubro próximo, sobre a oferta de trabalho de qualidade, fundamental para a absorção das competências desenvolvidas pelos sistemas de educação e formação. As mudanças no equilíbrio entre a vida profissional e a vida familiar, a aquisição de competências e conhecimentos ao longo da vida e a garantia de um local de trabalho seguro e saudável, serão temas chave a serem abordados nesta conferência.

A Presidência continuará o debate sobre o reforço da Europa social, "centrando-se na implementação dos compromissos acordados na cimeira social de maio de 2021 no Porto, incluindo emprego, assuntos sociais e igualdade de oportunidades e implementação de planos de recuperação e resiliência no domínio social."

Ao apresentar as prioridades da Presidência na Comissão de Emprego do Parlamento Europeu neste mês de julho, o Ministro do Trabalho da Eslovênia, Janez Cingler Kralj, falou da necessidade de responder efetivamente às transições verde e digital com empregos de qualidade e dando continuidade à implementação do pilar europeu dos direitos sociais.

Segundo o Ministro "O trabalho de qualidade também pode ser garantido se as oportunidades de formação contínua e o desenvolvimento de competências forem reforçados", acrescentando que "uma força de trabalho devidamente formada e a aprendizagem ao longo da vida são componentes que, quando passarmos da recuperação e resiliência para a autonomia estratégica num modelo social europeu fortalecido, será de importância fundamental para toda a UE."

Aceda aqui à notícia do CEDEFOP sobre a matéria

  • < back to news