Sign In
/pt-pt/PublishingImages/Paginas/PremioCapitalHumano2020/1_Pact%20for%20Skills.jpeg

​​One year after the "Pact for Skills” signing, on 10 November 2020, 450 organizations pledge to re-skill more than 1.5 million people in Europe. The alliances built are creating more opportunities for people of working age across Europe to learn new skills and improve their prospects in the labor market.

15-11-2021

Possuir competências adequadas é essencial para o sucesso num mercado de trabalho em rápida mudança. A recuperação da pandemia Covid-19 acelerou o ritmo de mudança, a forma como vivemos, aprendemos, trabalhamos, e progredimos nas nossas carreiras. O "Pacto para as Competências'' foi criado para reunir empregadores, trabalhadores, serviços públicos, autoridades regionais e outros, visando identificar as competências que serão necessárias nos diferentes setores da economia, para garantir que possamos crescer numa sociedade mais verde e digital.


Ao longo do último ano, mais de 450 organizações de todos os Estados Membros inscreveram-se para participar no Pacto, e a comunidade continua a crescer. Os membros incluem:

  • Grandes empresas multinacionais como Nestlé, SAP, Google, Cisco, Microsoft, Ford Europe e Hitachi Europe;

  • Promotores locais de formação;

  • Câmaras de comércio;

  • Pequenas e médias empresas;

  • Clusters setoriais, como o cluster de tecnologia limpa AVASEAN em Espanha e o cluster de tecnologia marinha "MareFVG" na Itália;

  • Autoridades regionais;

  • Representantes de empregadores e sindicatos.

Todos os que aderem ao Pacto comprometem-se a criar iniciativas de competências inclusivas e de qualidade e em trabalhar contra a discriminação e pela igualdade de oportunidades. Também estabelecem, na sua parceria, metas concretas sobre o que pretendem fazer para aumentar as competências, por exemplo, compromissos para:

  • Formar pessoas no seu setor;

  • Investir na melhoria e requalificação;

  • Desenvolver novos programas de formação;

  • Promover o valor da aprendizagem na sua organização e com os seus parceiros.

 Após reuniões de alto nível com personalidades que agitam os 14 "ecossistemas industriais" identificados pela Estratégia da Indústria da União Europeia, começam a surgir parcerias em grande escala.

As primeiras cinco parcerias nos setores automóvel, aeroespacial e defesa, microeletrónica, energia renovável offshore e construção naval e tecnologia marítima anunciaram compromissos, que prometem melhorar e requalificar mais de 1,5 milhão de pessoas na Europa. Também estão a trabalhar em formas de atrair novos trabalhadores para as suas indústrias e a recolher informações sobre as necessidades futuras de competências, em cooperação com os parceiros sociais da UE.

O que está a acontecer na Europa:

No setor automóvel, mais de 80 parceiros trabalham em 5 áreas temáticas que correspondem às áreas de mudança mais urgentes para o setor.  Nos próximos anos, vão formar 700.000 pessoas que integrarão a força de trabalho do futuro.

O projeto MATES está a desenvolver uma parceria no âmbito do "Pacto para as Competências" com o objetivo de atrair talentos e desenvolver capacidades em energias renováveis offshore.

Na microeletrônica, mais de 50 empresas, centros de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento), promotores de educação e ONGs reuniram-se para definir um roteiro para uma força de trabalho altamente qualificada. "O acesso às competências certas será a chave para todo o setor de semicondutores daqui para frente. Com o "Pacto para as Competências, temos os parceiros certos a trabalhar juntos para realmente criar essa vantagem em competências para a Europa" '(Martin Stöckl, vice-presidente sénior de eficácia de pessoas e organizações, Infineon Technologies AG).

O "Pacto para as Competências" é, para parceiros sociais como o IndustriAll Europe1 ou o Ceemet2, uma ferramenta para fornecer às partes interessadas exemplos das melhores práticas e modelos para o empreender e intensificar a qualificação e requalificação, tornando as transições verde e digital um sucesso. "Somos essenciais para apoiar a implementação do "Pacto para as Competências" nos Estados-Membros, pois é aqui que as políticas de competências são desenvolvidas. A nível nacional, regional  e/ou local, os nossos membros antecipam e gerem conjuntamente as competências e necessidades de formação, desenvolvem políticas de competências para as nossas indústrias e organizam a formação".

Através do Pacto pelas Competências, a Comissão Europeia está a reunir as partes interessadas para criar uma cultura de aprendizagem ao longo da vida, no trabalho. O Pacto é uma das 12 ações emblemáticas da Agenda Europeia de Competências que a Comissão apresentou em julho de 2020. As ações da Agenda, incluindo o "Pacto para as Competências", definem um quadro político para cumprir os objetivos do Pilar Europeu dos Direitos Sociais. Inclui a meta da UE, saudada no início deste ano na Cimeira Social do Porto pelos Chefes de Estado e de Governo, de que até 2030 pelo menos 60% dos adultos deveriam participar em formação todos os anos.

Junte-se ao "Pacto para as competências"! 
Veja o que os outros estão a fazer, inspire-se e dê o próximo passo inscrevendo-se!


 IndustriAll Europe é o sindicato europeu industrial, estabelecido para organizar e aumentar o poder coletivo dos trabalhadores na Europa, para defender seus direitos e promover os seus objetivos comuns no que diz respeito às empresas e aos Estados.

2 Organização europeia de empregadores que representa os interesses das indústrias de metal, engenharia e tecnologia

  • < back to news