Iniciar sessão
/pt-pt/PublishingImages/Paginas/PremioCapitalHumano2020/1_1_CINDOR%20no%20mundo.jpeg

​A convite do Consulado-Geral de Portugal em Bordéus, o CINDOR esteve presente no Festival Hors Saison, entre 25 de abril e 5 de maio. Em representação do Centro de Formação Profissional de Ourivesaria e Relojoaria, estiveram jovens ex-formandos na área da joalharia, que tiveram a oportunidade de exibir e vender as suas peças, num festival que decorreu em torno da arte e da cultura portuguesa.

18-05-2022

​No programa do certame foi possível encontrar espetáculos de teatro, conferências, exposições de gastronomia e diversos ateliers. A inauguração deste festival, impulsionado pelo Consulado-Geral de Portugal em Bordéus, contou com a presença do Cônsul-Geral de Portugal em Bordéus, Mário Gomes e do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Paulo Cafôfo.

Convidado a participar no evento, o CINDOR - Centro de Formação Profissional Ourivesaria e Relojoaria, lançou o desafio a alguns ex-formandos na área da joalharia.  Jovens que, com o curso terminado e já no mercado de trabalho, possuíssem marca própria e peças para comercializar.  O festival potencia não só a exposição dos artistas como também a venda das peças de autor, dos "CINDOR Makers", os jovens artistas participantes.  Arlindo Moura, joalheiro, foi um dos ex-formandos CINDOR presentes no certame, que dinamizou o atelier de filigrana, com demonstrações desta arte ancestral e exposição das suas peças. A filigrana é uma arte portuguesa em ascensão, que desperta olhares e disputa os canais mediáticos.

O convite lançado aos jovens autores no âmbito desta iniciativa, integra-se na política de acompanhamento aos ex-formandos, desenvolvida pelo CINDOR. Uma vez no mercado de trabalho é necessário que sejam acompanhados para um melhor aproveitamento das oportunidades que surgem, ganharem projeção, nacional e internacional e conquistarem uma carreira sólida.  O CINDOR proporciona e incentiva ainda os seus ex-formandos a integrarem iniciativas de formação, num contexto de aprendizagem contínua.

O CINDOR - Centro de Formação Profissional de Ourivesaria e Relojoaria é uma entidade formadora beneficiária do PO CH, através do investimento do Fundo Social Europeu, no âmbito dos cursos de aprendizagem e de educação e formação de adultos. Possui também um Centro Qualifica, igualmente apoiado pelo PO CH.

Na área da aprendizagem ao longo da vida, o PO CH já investiu um montante de total 964 milhões de euros, dos quais 820 milhões são investimento do Fundo Social Europeu. Estes apoios já abrangeram 434 mil adultos, até 31 de março de 2022.

Aceda aqui ao site da escola.


Fonte: CINDOR

  • < voltar a notícias