Iniciar sessão
/pt-pt/PublishingImages/TBR.jpg

​Realizou-se no 12 de dezembro, às 14h30, no auditório VII do Centro de Congressos de Lisboa, o evento anual do PO CH no contexto da Reprogramação do Portugal 2020, com a presença de 300 convidados.

19-12-2018

​Num evento onde a reprogramação do PO CH foi o tema central, o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, destacou na sessão de abertura "o trabalho desenvolvido pelo PO CH na promoção das qualificações de jovens e adultos visando, em particular, o combate ao abandono escolar precoce e o aumento dos níveis de qualificação da nossa população, reforçando a empregabilidade dos ativos como forma de sustentação e desenvolvimento profissional dos mesmos, bem como de afirmação de uma cidadania mais informada e, consequentemente, mais dinâmica". 

O Ministro da Educação reforçou ainda que "neste momento o PO CH é o Programa com a maior taxa de execução do Portugal 2020 e o com o valor executado mais elevado de todos os Programas Operacionais dos 28 Estados-Membros" com financiamento do Fundo Social Europeu.

O presidente do PO CH, Joaquim Bernardo deu nota "do trabalho que o Programa tem vindo a desenvolver sempre em prol das pessoas e das suas qualificações", em estreita articulação com todos os beneficiários e parceiros, apresentando as realizações e os resultados obtidos até 30 de novembro de 2018, com especial enfoque para os níveis de execução física e financeira e para os efeitos decorrentes desses níveis de implementação na melhoria das qualificações dos residentes no país, especialmente nas regiões Norte, Centro e Alentejo.

21not.jpg

No painel "Conversas Capital Humano", moderado pela jornalista do Expresso, Isabel Leiria, participaram Eleutério Rodriguez, da Direção-Geral do Emprego, Assuntos Sociais e Inclusão da Comissão Europeia, Maria Glória Leite, subdiretora do Agrupamento de Escolas José Estêvão, Vitor Dias, Diretor Departamento de Formação, CENFIM, Tiago Silva, ex formando da Escola Profissional Ruiz Costa e Joaquim Meira, beneficiário do Centro Qualifica do CEARTE e Luis Rothes, do Instituto Politécnico do Porto, para um comentário final considerando o conjunto das intervenções dos convidados do painel. 

Da formação de jovens, à formação de adultos, beneficiários diretos do PO CH, mas também destinatários finais, todos reconheceram e ilustraram a importância estrutural que as qualificações assumem. Se os níveis de qualificação escolar e profissional são determinantes para o desempenho económico do país, também foi demonstrada a importância social que a escolaridade assume no plano da valorização individual. 

8.jpg

A esse propósito, Luís Rothes destacou a importância do PO CH - e, em termos históricos, dos fundos europeus e do FSE em particular - na trajetória de redução do abandono escolar precoce e na aceleração do ritmo de qualificação dos adultos, sublinhando a esse propósito o papel atual do Programa Qualifica que permite que "em qualquer altura da vida seja possível aprender e elevar as qualificações", por forma a conquistar novos objetivos profissionais e pessoais. E sublinhou a importância de se reforçar a imagem social do papel da formação nesses dois domínios, bem como junto dos empregadores, como forma de reforçar a sua atratividade para os seus potenciais destinatários finais, respetivas famílias e para as entidades empregadoras.
14.jpg
Na sessão de encerramento do evento, o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, destacou o papel do PO CH "no apoio muito expressivo às bolsas de estudo no ensino superior, considerando que esta é principal medida de política pública com grande impacto no acesso e frequência dos jovens ao ensino superior", e que o investimento do Fundos Europeus "representa 80% das bolsas atribuídas à população mais desfavorecida". Por outro lado, sublinhou ainda o contributo do Programa para a consolidação das "formações curtas no ensino superior, de caráter mais profissionalizante, através do apoio aos Cursos Técnicos Superiores Profissionais, bem como na formação avançada", para que Portugal pudesse prosseguir uma estratégia de aumento do seu número de doutorados, ao serviço do desenvolvimento científico e tecnológico do país.
23not.jpg
A música, os tambores e a dança fecharam o evento anual do PO CH a cargo dos alunos da Escola Profissional Gustave Eiffel, entidade beneficiária do Programa.
16.jpg

Consulte a apresentação realizada pelo presidente do PO CH, Joaquim Bernardo, e recorde o vídeo da Reprogramação do Portugal 2020 já anteriormente disponibilizado no nosso portal. 

  • < voltar a notícias