Iniciar sessão
/pt-pt/PublishingImages/manchete2.jpg

​Na Escola Secundária de Peniche a equipa do PO CH teve contacto com dinâmicas e práticas letivas em ambiente de sala de aula dos cursos profissionais em funcionamento e visitou duas empresas onde ex formandos trabalham.

12-03-2019

​A equipa do PO CH, liderada pelo presidente da Comissão Diretiva, Joaquim Bernardo, foi recebida pelo Diretor da Escola, Manuel Lopes Martins, e pelo professor António Cação. A visita iniciou-se com uma reunião onde foi discutido o tema das regras de comunicação FSE que os beneficiários do PO CH devem cumprir sempre que têm projetos apoiados pelo Programa e a qualidade dos dados de execução fisica dos participantes reportados pelas entidades beneficiárias. Posteriormente os responsáveis da escola deram a conhecer os cursos ministrados, os resultados obtidos e o investimento feito nos últimos anos numa região onde as dificuldades socioeconómicas se continuam a fazer sentir e onde o trabalho da escola nas modalidades que conferem dupla certificação, é crucial para o combate ao abandono escolar.

E S de Peniche  POCH 09.jpg

Seguidamente, e numa numa perspetiva de conhecer as sinergias existentes entre a Escola Secundária de Peniche, as instituições de solidariedade social e as empresas da região, o Roteiro Capital Humano visitou Centro de Solidariedade e Cultura de Peniche – Lar de Santa Maria onde a Ana Lopes, ex-formanda do curso de Animador Sociocultural, conseguiu o seu primeiro emprego, muito devido ao seu mérito enquanto aluna, mas também à qualidade da formação ministrada pela Escola que permite que os empregadores absorvam a mão-de-obra qualificada e tecnicamente especializada, elevando assim a qualidade dos seus quadros.

Para a Ana Lopes o estar a trabalhar no que gosta "é um privilégio" e estar todos os dias com idosos é um misto de emoções: "não há um dia igual ao outro, e se nós os ajudamos muito, muitas vezes eles também nos dão mimo quando não estamos tão bem", diz emocionada.

Ana Campos POCH 2 1.jpg

Já o David Antunes concluiu com sucesso o curso profissional de Gestão e Programação de Sistemas de Informação e após alguns trabalhos em empresas ligadas à informática, decidiu dar um salto de fé: "Em Peniche há uma grande falta de lojas abertas ao público com a valência de disponibilizar pequenos consertos de telemóveis, computadores, apresentar soluções em termos de programação, de software e eu, com o que aprendi no curso profissional e nas empresas onde trabalhei disponibilizo esses serviços. Até agora a Tech Antunes, empresa que criei, está a ser um sucesso e já penso em abrir outras lojas", explica.

Manchete1.jpg

À tarde, e de regresso à Escola, foram visitados os cursos profissionais de Técnico em Animação de Turismo e o curso de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos em contexto de sala de aula, onde professores e alunos explicaram e mostraram as formas de aprendizagem e os conhecimentos adquiridos.

Em termos de financiamento concedido pelo PO CH, até à data, a Escola Secundária de Peniche apresentou duas candidaturas para apoio dos cursos profissionais, uma candidatura para cursos de Educação e Formação de Adultos, bem como duas candidaturas para o Centro Qualifica, tendo o PO CH aprovado para este conjunto de projetos, o montante total de 1 538 M€, dos quais 1 307 M€ financiados pelo Fundo Social Europeu. Até ao momento foram apoiados cerca de 419 formandos.

Fotos: Tiago Pinto

  • < voltar a notícias