Iniciar sessão
/pt-pt/PublishingImages/ciencia%20viva_candidaturas.jpg

​Esta verba apoiará escolas das regiões Norte, Centro e Alentejo, na dinamização dos Clubes Ciência Viva na Escola aprovados pela Direção-Geral da Educação e pela Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica.

03-06-2019

No âmbito do Aviso nº POCH-67-2019-04 foram submetidas 129 candidaturas por parte de entidades beneficiárias, tendo sido solicitado o montante total de 1.515.299€, dos quais 1.288.004€ de Fundo Social Europeu. As candidaturas serão agora analisadas pela equipa do PO CH e pela Direção Geral da Educação (DGE), considerando as suas competências nesta área específica, e de acordo com as normas e a legislação em vigor, de forma a aferir se todos os critérios para a submissão das candidaturas foram cumpridos.

Este Aviso enquadra-se na Tipologia de Operação 4.1 - Qualidade e eficiência do sistema de educação e formação para promoção do sucesso escolar e pretende apoiar a implementação de Clubes Ciência Viva nas Escolas das regiões elegíveis ao PO, como forma de promoção do sucesso escolar orientada para o reforço de competências e conhecimento da disciplina estruturante do ensino das ciências naturais. 

A Rede de Clubes Ciência Viva na Escola é uma iniciativa conjunta da Direção-Geral da Educação e da Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, que pretende criar espaços de ciência abertos a toda a comunidade, para promover o acesso a práticas científicas inovadoras.

A finalidade desta iniciativa é o estabelecimento de uma REDE de cooperação entre sistemas formais e não formais de educação, através da constituição de parcerias sólidas com instituições científicas e de ensino superior, autarquias, centros Ciência Viva, empresas com I&D, museus e outras instituições culturais, bem como responsáveis do Ministério da Educação e da Ciência Viva. Tem em vista a partilha de conhecimentos, experiências e boas práticas científicas com base no entendimento de que os Clubes devem ser espaços abertos, de interface entre a ciência e a tecnologia, para a educação e o acesso generalizado dos alunos a práticas científicas de qualidade. 

Sublinha-se ainda a promoção do entusiasmo e da motivação através da exploração prática das ciências em diferentes áreas temáticas e dotando os alunos de ferramentas de trabalho que lhes permitam ler, compreender e perspetivar o mundo a partir de um raciocínio cientifico.

A iniciativa "Rede de Clubes Ciência Viva na Escola" pressupõe ainda que os professores envolvidos nos Clubes tenham acesso, entre outras iniciativas, a um conjunto de ações de capacitação e, numa fase mais avançada, a um fórum nacional de Clubes Ciência Viva na Escola.

  • < voltar a notícias