Iniciar sessão

MISSÃO

Promover o aumento da qualificação da população, ajustada às necessidades do mercado de trabalho em convergência com os padrões europeus, garantindo a melhoria do nível de qualidade nas qualificações adquiridas, melhorando o sucesso escolar, reduzindo o abandono, promovendo a igualdade, a coesão social e o desenvolvimento pessoal e da cidadania, a par do reforço da competitividade económica do país.

Contribuir com elevados níveis de qualidade, eficácia e eficiência para um crescimento mais inteligente, inclusivo e sustentável de Portugal, através das ações apoiadas nas Regiões Norte, Centro e Alentejo, nas vertentes de:

  • Promoção do sucesso e a redução do abandono escolar;

  • Melhoria da empregabilidade pela maior eficácia na produção de qualificações orientadas para o mercado de trabalho.

  • Aumento da atratividade e número de diplomados do ensino superior e o desenvolvimento de formação avançada inovadora e geradora de maior competitividade;

  • Melhoria das qualificações de jovens e adultos;

  • Promoção da qualidade, inovação e regulação do sistema de educação e formação.

 

VISÃO

Ser motor e parceiro de referência no domínio temático do Capital Humano, para um Portugal com melhor educação, mais qualificado e competitivo.

Esta visão traduz-se no seguinte lema: O Futuro começa aqui.

 

VALORES

Para cumprir a missão e atingir a visão definida para a estrutura de missão do Programa, a Comissão Diretiva assume uma Carta de Missão e Valores ancorados nos princípios éticos da gestão pública e no primado da legalidade, consagrados na Constituição e na lei, designadamente os da justiça e imparcialidade, igualdade, competência, responsabilidade, proporcionalidade, transparência e boa-fé, integridade, informação e qualidade, por forma a assegurar o respeito e confiança dos vários intervenientes, todos constantes no Código de Ética e Conduta, perante o qual todos os colaboradores e dirigentes têm de, regularmente, declarar a sua adesão.

A atuação dos membros da Comissão Diretiva será pautada por critérios de qualidade, eficácia e eficiência, simplificação de procedimentos, cooperação, comunicação eficaz e aproximação ao cidadão, com o propósito de atingir os melhores resultados.

Neste contexto, a Comissão Diretiva adota uma Carta de Valores assente em 6 princípios:

RIGOR: cumprir de forma criteriosa, continuada e exemplar, os mais elevados parâmetros de isenção e qualidade, procurando a eficiência e eficácia dos serviços;

OBJETIVIDADE: promover princípios, procedimentos e práticas de gestão inteligente e orientada para resultados, com análise e tomada de decisão informadas, factuais, independentes e alinhadas com padrões de controlo e de auditoria;

INOVAÇÃO: delinear caminhos ou estratégias inovadoras, para criar valor nas áreas chave em que atuamos, perseguindo a melhoria continua através de métodos e soluções originais e pioneiras;

CONFIANÇA: estimular uma cultura de abertura, flexibilidade, transparência, proximidade e responsabilização, bem como de liberdade para agir, promovendo uma participação ativa dos colaboradores, parceiros e público;

ÉTICA: respeitar um conjunto de princípios e valores, em matéria de ética e de deontologia profissional, e difundir uma cultura ética dos Programas Operacionais e de compromisso com um serviço público de qualidade;

INTEGRIDADE: cultivar a honestidade, imparcialidade, respeito e solidariedade na conduta profissional, demonstrando a todos, e em especial àqueles com quem se relaciona interna e externamente, um ambiente geral de confiança, independência e integridade.


COMPROMETIMENTO DA GESTÃO DE TOPO

Na definição da sua Política de Gestão, a Comissão Diretiva do POCH assume os princípios de qualidade com o compromisso de implementar e desenvolver um Sistema de Gestão, focado na satisfação de todas as partes interessadas e assegurar a melhoria contínua e eficácia do SG através de diretivas claramente documentadas.

Assim, a gestão de topo assume como seus os seguintes princípios e valores do SG:

  • Foco no Cliente;

  • Liderança;

  • Comprometimento das Pessoas;

  • Abordagem por Processos;

  • Melhoria contínua;

  • Tomada de decisão baseada em evidências;

  • Gestão das Relações;

  • Igualdade e não discriminação;

  • Conciliação;

  • Responsabilização;

  • Transparência;

  • Conduta ética;

  • Respeito pelas partes interessadas.