Iniciar sessão
/pt-pt/PublishingImages/set4.jpg

Encontra-se aberto o concurso para a apresentação de candidaturas por parte de entidades públicas e privadas com cursos a realizar nas três Regiões de intervenção do PO CH, Norte, Centro e Alentejo.

21-09-2018

Estes novos concursos preveem uma dotação máxima de Fundo Social Europeu a atribuir (FSE) de 202 Milhões de euros (M€), aos quais acresce 15% da contribuição pública nacional, perfazendo um montante total disponível de 237,6 M€. para investimento nestes cursos, no conjunto dos dois Avisos de Abertura de Candidaturas agora publicados - Aviso POCH nº 71-2018-07 e o Aviso POCH nº 71-2018-08.

Podem candidatar-se aos apoios os estabelecimentos públicos de educação, entidades proprietárias de escolas profissionais privadas, entidades proprietárias de estabelecimentos de ensino particular e cooperativo, escolas profissionais públicas e ao Turismo de Portugal, I.P. enquanto organismo que tutela as escolas de hotelaria e turismo, com cursos a serem realizados nas regiões Norte, Centro e Alentejo.

Os Cursos Profissionais são um dos percursos chave de nível secundário de educação, assegurando uma qualificação profissional, sendo a formação realizada em contexto escolar e de trabalho, garantindo assim uma forte ligação ao mundo laboral. A aprendizagem realizada nestes cursos valoriza o desenvolvimento de capacidades para o exercício de uma profissão, em articulação com o tecido empresarial local, privilegiando-se, assim, as ofertas educativas/formativas que correspondam às necessidades do mercado de trabalho, isto sem prejuízo dos jovens que concluem estes concursos com sucesso poderem prosseguir estudos no ensino superior.

O PO CH visa assim contribuir para o cumprimento de metas de Portugal no domínio da educação e formação, desde logo para ao aumento para pelo menos 50% da proporção de alunos no ensino secundário que optam formações de dupla certificação (escolar e profissional) em 2020, considerando o papel central que estas formações têm tido no aumento dos níveis de qualificação da nossa população jovem e, nesse contexto, para a redução dos níveis de abandono escolar precoce. Neste sentido, o PO CH concorre com este apoio para que Portugal continue a sua trajetória de redução desses níveis de abandono - que passou de valores superiores a 40% no início do século, para 12,6% em 2017 -  tendo em vista alcançarmos a meta de 10% em 2020 fixada no nosso Programa Nacional de Reformas.

Dúvidas ou questões relacionadas com as candidaturas devem ser remetidas prioritariamente para o endereço de correio eletrónico do PO CH ou para o suporte do Portugal 2020.

  • < voltar a notícias