Iniciar sessão
/pt-pt/PublishingImages/1CONVIDADOSSITE.jpg

​Este foi um dos resultados apresentado no Seminário Avaliação do Contributo dos Fundos Europeus para a Formação Avançada, organizado pelo PO CH, no passado dia 13 de fevereiro, na Universidade de Aveiro.

20-02-2019

​No espaço temporal de 2008/2016 - período de Programação QREN e Portugal 2020 - o apoio às mais de 11 mil bolsas representou um investimento de 409 milhões de euros concedidos à Fundação para a Ciência e a Tecnologia, através do Programa Operacional Potencial Humano (POPH), no âmbito do QREN, e do Programa Operacional Capital Humano (PO CH), no atual Portugal 2020. Esse investimento traduziu-se num conjunto de resultados e de impactos, sobre quem os recebeu e na sociedade portuguesa nos últimos anos, e que puderam ser apresentados e discutidos publicamente num Seminário promovido pelo POCH, podendo ser consultados no portal do Programa. 

3 MH_net.jpg

O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, presente na sessão de abertura destacou a "importância dos Fundos Europeus no apoio às bolsas atribuídas nos últimos anos como forma de conjugar os mecanismos de apoio à coesão com os mecanismos de apoio à competitividade". Manuel Heitor deu nota da necessidade de se aplicar este tipo de apoios, que nos últimos anos têm sido financiados pelo PO CH, a outras áreas: "se nos últimos anos os apoios do PO CH foram direcionados para formação doutoral ou pós doutoral, é necessário garantir que se também se dedicam à questão do Emprego Cientifico e do emprego de Doutorados".

Ainda durante a sessão de abertura, o presidente do PO CH, Joaquim Bernardo, destacou o papel fundamental que a avaliação das políticas públicas tem, ao serem produtos que evidenciam de forma objetiva aspetos positivos e outros a melhorar por quem assume papeis de decisão na implementação dessas politicas.  Neste sentido, sublinhou o papel chave que a implementação plena e em devido tempo do plano de avaliação do POCH, bem como do Portugal 2020, deverá ter para a programação do período 2021-2027.

2ND.jpg

Após a apresentação dos resultados e recomendações do estudo de avaliação pelo Consorcio IESE, Improve Consult e PPLL, houve lugar para um debate moderado por Cristina Jacinto, Vogal da Comissão Diretiva do PO CH, e no qual participaram Jorge Brandão, em representação do PO Centro 2020, António M. Cunha, da Universidade do Minho em representação do Conselho Reitores das Universidades Portuguesas, Paulo Baptista dirigente da Associação de Bolseiros de Investigação Cientifica, Helena Pereira, Vice-Presidente do Conselho Diretivo da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, Fernando Gomes Martins, Diretor Programa Doutoral de Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química, Faculdade de Engenharia/Universidade do Porto e João Marques, R&D Project Manager da GALP. A importância da formação avançada "para a melhoria das qualificações e da competitividade das empresas em Portugal" foi uma das ideias convergentes entre todos os convidados, tendo sido salientado que o "apoio dos Fundos Europeus é essencial para prosseguir com o investimento nestas formações de elevado grau de conhecimento".

4SE.jpg

No encerramento do Seminário, à data o Secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza, começou por elogiar o trabalho do PO CH nos últimos quatro anos, destacando que "é sempre importante haver Programas que apresentam resultados visíveis e que o PO CH tem vindo a desempenhar um forte papel no apoio ao Ensino Superior e à Formação Avançada".

Nota final para avaliação efetuada pelos participantes na sessão: das 100 pessoas presentes, 38 responderam ao questionário de satisfação disponibilizado pelo PO CH, com uma média global de 4,1 numa escala de 0 a 5

| Consulte a apresentação do Consorcio IESE, Improve Consult e PPLL

| Consulte o Policy Brief

| Consulte a Infografia com os resultados e recomendações da Avaliação

  • < voltar a notícias