Iniciar sessão
/pt-pt/PublishingImages/POCH_ise.jpg

​Andriana Sukova, Vice-Diretora da DG Emprego, Assuntos Sociais e Inclusão visitou projetos formativos no Serviço de Formação Profissional do IEFP de Évora e na EPRAL, entidades financiadas no âmbito do Fundo Social Europeu.

02-04-2019

Na visita estiveram presentes também, entre outros, a Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Maria do Céu Albuquerque, a Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, o presidente da Agência para o Desenvolvimento e Coesão (AD&C),  António Dieb, e as autoridades de Gestão do PO CH, do POISE e do PO Alentejo 2020.

not poch1.jpg

No Serviço de Formação Profissional de Évora (IEFP) os responsáveis da Comissão Europeia e do Governo de Portugal tiveram contacto com professores e formandos integrados em projetos de formação de adultos na área da Aeronáutica, Mecatrónica e do Comando Numérico Computadorizado (CNC), formações apoiadas pelo PO CH com verbas do Fundo Social Europeu (FSE). Paulo Feliciano, vice-presidente do IEFP, "destacou o investimento realizado pelo IEFP nos últimos anos na região do Alentejo, em particular em Évora, como forma de corresponder às exigências do mercado de trabalho, muito por via do cluster aeronáutico sediado em Évora que necessita de qualificações específicas não só ao nível da aeronáutica, mas também de outros serviços para os quais é preciso uma formação especializada".

IMG_20190325_102838.jpg

À hora de almoço, na Escola Profissional da Região Alentejo (EPRAL), foi preparada uma refeição pelos formandos do curso de Técnico de Restauração, onde os sabores típicos da região foram aprimorados pelas competências adquiridas no curso profissional. À tarde uma visita à Escola Profissional, financiado pelo PO CH no âmbito do FSE, uma entidade com cerca de 500 formandos e que ao longo das últimas décadas tem tido um papel vital na formação de jovens da região e na sua integração no mercado de trabalho.

No final do dia, Andriana Sukova, Vice-Diretora da DG Emprego, Assuntos Sociais e Inclusão da Comissão Europeia não escondeu o seu agrado, deixando um elogio "a todos os que ajudam a implementar, de forma tão positiva, o Fundo Social Europeu e a importância que esse trabalho tem na formação de jovens e de adultos".

No âmbito da Inclusão Social e dos apoios concedidos pelo POISE com financiamento FSE, foi visitada ainda a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM), em particular o de Modelos de Apoio à Vida Independente (MAVI) – em que os responsáveis deram a conhecer as iniciativas implementadas e a forma como estas capacitam e melhoram a vida das pessoas com deficiência, mas também dos seus familiares, e como conseguem que a doença seja ultrapassada por novas aprendizagens, por novos estímulos, pela aceitação da diferença.

O apoio do PO CH com financiamento do FSE

No âmbito das medidas de apoio do Eixo 3 - Aprendizagem, qualificação ao longo da vida e reforço da empregabilidade, o PO CH já aprovou 13 cursos de Aprendizagem no Serviço de Formação Profissional de Évora, no montante total de cerca de 2.2 milhões de euros (M€), dos quais cerca de 1.8 M€ financiados pelo Fundo Social Europeu (FSE). Neste âmbito foram apoiados 390 adultos. 

Relativamente aos cursos de Educação e Formação de Adultos no mesmo Centro de Formação, foram aprovados 10 cursos, com uma aprovação total pouco superior a 3.9 M€, dos quais cerca de 3.3 M€ com o apoio do FSE, tendo 514 adultos frequentado estas ações de formação.

Para os CQEP/Centros Qualifica, foi aprovado um total de cerca de 393 mil euros, dos quais 334 M€ financiados pelo FSE. O Serviço de Formação Profissional de Évora certificou 398 adultos., desde 2016 até 2018, decorrente do encaminhamento para processos RVCC desses adultos. Acresce ainda referir o trabalho de encaminhamento dos adultos para ofertas de formação, do IEFP ou de outras entidades, que abrangeu mais de 2 000 adultos.

IMG_20190325_103003.jpg

Relativamente à EPRAL e a cursos de formação de jovens, foram aprovadas oito candidaturas, duas de cursos Vocacionais, uma de cursos de Educação e Formação de Jovens e cinco de cursos Profissionais, num montante total de 15.4 milhões de euros, dos quais 13.1 milhões financiados pelo FSE.

Fotos: PO CH/ PO ISE

  • < voltar a notícias