Iniciar sessão
/pt-pt/PublishingImages/Boletim%20Informativo%200%20_%20noticia.jpeg

​Nesta edição conheça os números do nosso trabalho mas também as histórias do Francisco, da Milene, da Paula e do “Con(s)CiênciArte”. São pessoas e projetos com objetivos atingidos, parte do nosso contributo para um Portugal mais competitivo, mais sustentável, mais inclusivo e mais coeso.

02-06-2020

É para as pessoas que trabalhamos e é através da concretização dos seus objetivos que atingimos os nossos.

O Francisco Cardoso sempre gostou de máquinas, animais e campo por isso elegeu o Curso Profissional de Técnico de Produção Agrária. Depois de concluído o curso escolheu ficar a trabalhar com o pai. Sonha fazer crescer a empresa da família e vê-la chegar a um lugar de topo. O Francisco é um dos 242 369 jovens formandos que o POCH já apoiou, até 31 de março de 2020, no eixo prioritário da Formação Inicial de Jovens. Neste eixo aprovaram-se 3 546 operações, através de 2 164 M€ de investimento total elegível, sendo que 1 839 M€ são apoios do Fundo Social Europeu (FSE).

Milene Tomaz queria ser professora desde que ingressou na banda filarmónica da terra e desenvolveu o gosto pela música.  Frequentou o Curso Profissional de Instrumentista de Sopro e Percussão na ESPROARTE e de seguida uma licenciatura em Educação Musical.  Atualmente a Milene é instrumentista em bandas filarmónicas, e professora de música em várias escolas. Integra os 126 mil estudantes apoiados pelo PO CH no ensino superior, em 86 operações aprovadas, até ao fim do primeiro trimestre de 2020, com um investimento total elegível de 668 M€, dos quais 568 M€ FSE.

A Paula, capa deste número, foi protagonista de uma História de Sucesso em vídeo, produzida pelo POCH, quando ainda frequentava o curso EFA  (Educação e Formação de Adultos), de Técnica de Cozinha e Pastelaria, que lhe mudou a vida. Agora está de volta para nos contar o desfecho feliz da sua história em que o seu gosto pela cozinha voou mais alto. Apenas dois dias após concluir o curso, estava reintegrada no mercado de trabalho! Na área da aprendizagem ao longo da vida, o POCH tem 840 operações aprovadas e já apoiou, até ao final de março de 2020, mais de 186 mil jovens e adultos, com 526 M€ de investimento total aprovado. A participação do FSE neste financiamento é de 447 M€.

A última história que trazemos nesta edição é a do projeto “Con(s)CiênciArte”, um projeto de inovação social - no âmbito do Programa Parcerias para o Impacto, promovido pela Fundação de Serralves, que visa favorecer o sucesso educativo e prevenir o abandono escolar precoce. Tem sido desenvolvido com base numa metodologia assente em oficinas e laboratórios vivos, envolvendo professores e alunos. Este é um projeto apoiado no âmbito das ações estratégicas e inovadoras muito diversificadas para a promoção da qualidade e da inovação do sistema de educação e formação, área em que o investimento total elegível ascende quase aos 95 M€, com uma participação FSE de 81 M€. Neste eixo foram aprovadas, até 31 de março, 763 operações.

Até 31 de março de 2020 as operações aprovadas totalizaram 5 239, num investimento total elegível aprovado de 3 483 M€, dos quais 2 960 M€ financiados pelo FSE. O fundo executado, de 2 001 M€, traduz-se numa taxa de execução de 65%, 18p.p acima da média do PT 2020 (47%).

O PO CH apresenta um volume de pagamentos do PT 2020 no montante de 2 139 M€ financiados pelo FSE, correspondendo a uma taxa de pagamento de 72%, 18 p.p. superior à média do PT 2020 (54%).

Aceda aos dados e às histórias completas no Boletim Informativo n.º 9, já disponível para consulta e download.

  • < voltar a notícias