Iniciar sessão
/pt-pt/PublishingImages/Paginas/PremioCapitalHumano2020/Competencias%20para%20o%20futuro.jpeg

​O webinar “Competências para o Futuro” organizado em parceria entre o Jornal DN e o PO CH, foi emitido no passado dia 15 de junho no site do Diário de Notícias e no evento de lançamento da E.volui, mostra de educação e formação do PO CH. Veja ou reveja na plataforma da mostra e leia mais sobre o assunto no especial do DN.

18-06-2021

As competências, a forma como estão a mudar os requisitos e a adaptação das entidades formadoras e formandos, jovens e adultos, às novas necessidades do mercado de trabalho estiveram no centro deste debate. O webinar contou com as  presenças de Joaquim Bernardo, Presidente do POCH, João Santos, Perito Sénior na Direção Geral do Emprego, Assuntos Sociais e Inclusão, da Comissão Europeia, Maria de Lurdes Rodrigues, Reitora do ISCTE e Mariana Canto e Castro, Diretora de Recursos Humanos e Chefe do Departamento Jurídico da Randstad, Portugal.

Maria de Lurdes Rodrigues, defendeu que os progressos nas qualificações dos portugueses são extraordinários e os fundos estruturais foram absolutamente decisivos para que o país pudesse recuperar em dimensões como o ensino profissional. No entanto a ex-ministra da Educação considera que a qualificação dos adultos é um dos principais desafios para o futuro, área onde há ainda muito para fazer. João Santos reforça esta ideia dizendo que é necessário mostrar à população a importância da aprendizagem ao longo da vida, que será essencial para garantir que os trabalhadores se mantêm atualizados em termos de competências. O Perito Sénior da Direção Geral do Emprego, Assuntos Sociais e Inclusão, da Comissão Europeia sublinha a importante conquista já atingida:  8,9% de abandono escolar precoce atingidos no final de 2020, que permitem a Portugal um lugar de destaque na Europa. Refere ainda que é importante não esquecer que esta taxa já esteve nos 40%. Este decréscimo é fruto de muito trabalho do PO CH e do investimento dos fundos europeus.


Mariana Canto e Castro falou sobre a necessidade de atualização dos currículos escolares e universitários de acordo com as reais necessidades das entidades empregadoras, referindo que, embora cada vez menos, ainda se nota algum hiato entre aquilo que são as competências de que as empresas precisam e a preparação escolar com que os alunos são colocados no mercado de trabalho. Evidencia ainda a importância do desenvolvimento do ensino profissional que tem sido muito importante para colmatar esta falha.

Sendo o domínio do digital fundamental para qualquer profissional, Maria de Lurdes Rodrigues afirma que "A informática é uma nova língua que todos têm de compreender". Neste contexto, Joaquim Bernardo, presidente do PO CH, refere que as competências digitais são imprescindíveis já no presente e ainda mais no futuro e lembrou que o programa operacional sofreu uma reprogramação em resposta aos desafios da pandemia, que permitiu o investimento na Transição Digital da Educação.  A dotação do Programa cresceu em 100 milhões de euros (M€) destinados à aquisição de material informático. A formação dos docentes em competências digitais também está a ser financiada com 15 M€, de forma a que possa ser tirado o melhor partido das oportunidades oferecidas pelos computadores. Até 31 de março de 2021 o PO CH já apoiou 830 mil pessoas em percursos de (re)qualificação, num investimento que ultrapassou os 4 mil M€.

No site do DN o webinar teve cerca de 800 entradas em direto. Na plataforma da E.volui e no canal de Youtube houve mais de 600 entradas no evento que incluiu o webinar.

Aceda a todos os conteúdos 
na plataforma da E.volui ou leia um resumo alargado no site do DN. 


Aceda aqui ao webinar (aos 1h03m)
Aceda aqui ao webinar no site do DN
Aceda aqui ao especial do DN (papel)
Aceda aqui ao especial do DN (online)

  • < voltar a notícias